Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal

Aneel aprova reajuste para energia gerada por Angra 1 e 2

15/12/2021
 

Aneel aprova reajuste para energia gerada por Angra 1 e 2
 
A diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira (14) um reajuste de 39,86% na tarifa que remunera a energia produzida por Angra 1 e 2, que passará de R$ 249,64 por megawatt-hora (MWh) em 2021 para R$ 349,15 por MWh em 2022. O novo valor entra em vigor a partir de 1º de janeiro. O reajuste será rateado entre as distribuidoras do país, que pagam cotas à Eletronuclear.

O aumento foi um pleito da empresa, pois, no final de 2020, a tarifa da central nuclear sofreu redução de 8,1%, na medida em que a Aneel não considerou os custos da companhia referentes ao combustível nuclear nos meses de novembro e dezembro de 2020. Isso criou um passivo, uma vez que a receita da Eletronuclear foi insuficiente para quitar essa dívida em 2021. A parcela de ajuste concedida para cobrir esse déficit aumentou a receita de 2022 em 11,46%.

Além disso, a variação no custo do combustível nuclear contribuiu para um reajuste de 9,03% na tarifa. Isso se deveu à valorização do câmbio e à variação dos índices econômicos, como o IGP-Di. Outro fator foi a atualização do plano de descomissionamento das usinas nucleares, que exigiu da Eletronuclear um aumento no aporte de recursos para o fundo com essa finalidade. Isso contribuiu para um acréscimo de 9,03% na receita do ano que vem.

Já a variação da chamada Parcela B, ou seja, os custos gerenciáveis da empresa, teve participação de 6,44% no reajuste da receita de 2022. Por fim, a variação dos custos operacionais foi decorrente somente do impacto do IPCA. Portanto, isso contribuiu para um aumento de apenas 3,12% na tarifa.

Esses foram os principais fatores a influir no preço da energia a ser vendida pela Eletronuclear no ano que vem. Segundo estudo da Aneel, o impacto médio tarifário para as distribuidoras será de 0,75%, percentual que será repassado à conta dos consumidores.
Tags