Visualização:

Angra 1 - DESEMPENHO / PRODUÇÃO

Em 1968, o governo brasileiro decidiu ingressar no campo da produção da energia nucleoelétrica, com o objetivo primordial de propiciar ao setor elétrico a oportunidade de conhecer essa moderna tecnologia e adquirir experiência para fazer frente às possíveis necessidades futuras. Como àquela época já estava prevista uma complementação termoelétrica na área do Rio de Janeiro, foi decidido que esse aumento se fizesse mediante a construção de uma usina nuclear de cerca de 600 MW. Essa incumbência foi, então, confiada pela Eletrobras à Furnas, que realizou uma concorrência internacional, vencida pela empresa americana Westinghouse. Angra 1 foi adquirida sob a forma de turn key, como um pacote fechado, que não previa transferência de tecnologia por parte do fornecedor. No entanto, a experiência acumulada pela Eletronuclear, com indicadores de eficiência que superam os de muitas usinas similares, permite que a empresa tenha, hoje, a capacidade de realizar um programa contínuo de melhoria tecnológica em Angra 1, incorporando os mais recentes avanços da indústria nuclear.

  • Sede - Rio de Janeiro


    Rua da Candelária, 65 – Centro
    CEP: 20091–906
    Tel:(21) 2588–7000
    Fax: (21) 2588–7200

  • Central Nuclear Almirante Álvaro Alberto


    Rodovia Procurador Haroldo Fernandes Duarte - BR101/RJ,S/N
    km 521,56 – Itaorna
    Angra dos Reis – RJ
    CEP: 23948–000
    Tel:(24) 3362–9000
    Fax:(24) 3362–9090

  • Escritório de Brasília


    Setor Comercial Norte – Quadra 06,
    conjunto A, bloco A,
    6º andar, sala 610
    Edifício Venâncio 3.000 (Shopping ID),
    CEP: 70716-900, Asa Norte - Brasília–DF.
    Tel: (61) 3329-7419/7441/7446.

  Patria_Educadora

  

  • Eletrobras | Eletronuclear - Todos os direitos reservados ©